Containers – por que você precisa aprender para não ficar obsoleto ?

Containers – por que você precisa aprender para não ficar obsoleto ?

Docker, Kubernetes, Openshift, enfim … escalabilidade!

A tecnologia de containers está moldando o futuro do desenvolvimento de software e está causando uma mudança estrutural no mundo da computação, principalmente quando falamos em nuvem,  afinal as empresas – de todos setores e portes – juntos de seus desenvolvedores (de diversas linguagens) estão adotando esta tecnologia que está tão em alta. Porém, mesmo que você já tenha ouvido falar em containers, talvez não saiba o que de fato eles são.

Veja também: Há 10 anos Dev e Ops se tornavam DevOps!

Afinal… O que são Containers?

Os containers encapsulam apenas os recursos mínimos que um aplicativo requer para executar e funcionar conforme o esperado, permitindo que você execute o software com segurança quando movido de um ambiente de computação para outro, que é a principal ideia por trás do uso de containers.

Docker: é uma ferramenta projetada para facilitar a criação, a implementação e a execução de aplicativos usando containers.

Kubernetes: é um sistema de orquestração de containers open source que automatiza a implantação, o dimensionamento e a gestão de aplicações em containers.

OpenShift: é uma plataforma de containers mantida pela Red Hat que engloba o próprio Kubernetes para orquestrar e gerenciar os containers, seja em sua infraestrutura local ou em Cloud de forma segura e automatizada, onde disponibiliza uma interface gráfica para o usuário, facilitando sua operação do dia a dia.

Qual é o propósito da tecnologia de Containers?

Os aplicativos ou cargas de trabalho geralmente precisavam ser reconstruídos antes que pudessem ser migrados para outro ambiente e a tecnologia de Containers vem como uma solução para isso. Como os containers são isolados de seus vizinhos e incluem tudo o que precisam para executar o aplicativo, eles podem ser movidos facilmente para de um ambiente para outro sem problemas de compatibilidade.

Sendo assim, eles podem transitar de uma área de trabalho para uma máquina virtual, de um teste para um ambiente de produção ou de uma versão do sistema operacional para outra, sem problemas. Isso fornece às organizações consistência, grande flexibilidade e permite a implantação contínua através de ambientes transitórios – fundamentais quando se fala em práticas DevOps.

Mas, por que então devo aprender Containers, Docker e Kubernetes?

Trouxemos aqui alguns pontos que podem justificar está necessidade:

Empresas, mercado e tendência
Um grande motivo para você aprender Containers é que a adesão deles pelas empresas só aumenta, assim como as oportunidades no mercado.

Um relatório do SDxCentral e a pesquisa sobre Container e Cloud Orchestration, descobriram que o uso de Containers subiu de apenas 8% em 2016 para 45% em 2017. Olhando para o tamanho do mercado, esta pesquisa mostra que ele continuará se expandindo e aumentando – de US $ 2,1 bilhões em 2019 para mais de US $ 4,3 bilhões em 2022 – uma taxa de crescimento anual composta (CAGR) de 30%.

Em outra pesquisa de 2018, quase metade (47%) dos líderes de TI entrevistados disseram que planejam implementar Containers em um ambiente de produção, enquanto outros 12% dizem que já possuem. Em 2019, a TGT Consult, empresa de consultoria em gestão de TI e parceira da ISG (Information Services Group) nos relatórios ISG Provider Lens Brasil e América Latina mostrou que a utilização de implantação e gerenciamento de Containers como serviços (CaaS), vem ganhando espaço no mercado.

Veja também: “Sobram vagas de TI em um país com 13 milhões de desempregados”

Containers e a corrida pelo 5G
Como se sabe as empresas que fornecem infraestrutura para as redes 5G estão em uma “corrida” para implementar sua nova versão de tecnologia e essa é outra boa razão pela qual você deve aprender Containers.

Eles serão fundamentais na implementação da conexão 5G, que vai ter uma alta velocidade de dados. Eles serão importantes para o 5G porque, entre outros benefícios, têm capacidade de reagir mais rapidamente às demandas do mercado contra novos entrantes com potencial de dominação. Por isso, as empresas vão fazer a utilização de uma plataforma de containers em todos os ambientes que necessitam de desenvolvimento e alta escalabilidade.

Containers superam máquinas virtuais
Outro bom motivo pelo qual você precisa aprender Containers é que eles estão superando as máquinas virtuais. O relatório do SDxCentral, citado anteriormente, observou que “[…] Os contêineres se tornarão a nova plataforma de aplicativos dominante a ser gerenciada, em vez de máquinas virtuais”.

Até recentemente, pensava-se que a virtualização do sistema operacional era o único caminho para fornecer isolamento apropriado para aplicativos executados em um servidor, mas essas suposições estão se tornando obsoletas.

Agora, os containers podem ser usados como alternativa à virtualização no nível do sistema operacional para executar vários sistemas isolados em um único host. Os containers em um único sistema operacional são muito mais eficientes e, por causa dessa eficiência, eles sustentam o futuro do setor de infraestrutura de nuvem no lugar das máquinas virtuais (VM).

Os containers agora oferecem os mesmos recursos que as máquinas virtuais, mas com uma sobrecarga mínima. Em comparação com uma máquina virtual, a sobrecarga de um container é extremamente baixa. Eles são iniciados tão rapidamente que muitas configurações podem ser executadas sob demanda conforme as solicitações chegam, resultando em memória ociosa zero e sobrecarga de CPU.

Trilha Container

Ficou claro que o mercado de trabalho precisará de mais profissionais qualificados para implementar Containers e suportar este grande crescimento. Por isso, é importante que os profissionais  de TI estejam antenados e busquem se capacitar frente a tecnologia de  containers – onde destaca-se a ferramenta Docker, mas também sobre seus principais orquestradores como o Kubernetes e OpenShift.

Para atender a crescente procura por profissionais que conheçam Containers a 4Linux lançou o Trilha Containers, que possui os seguintes cursos:

Docker: Administração de Containers – DCA ensina as principais ferramentas e técnicas para se criar e gerenciar contêineres em Docker, realizando o deploy de aplicações em ambientes escaláveis. O curso também tem como intuito preparar o aluno para a certificação DCA – Docker Certified Associate. Confira aqui.

Kubernetes: Orquestração de Ambientes Escaláveis – CKA – trás o dia a dia de um DevOps Engineer, como utilizar o Kubernetes para administrar seu ambiente de containers e também atende requisitos da certificação CKA – Certified Kubernetes Administrator. Confira aqui.

OpenShift: Administração PaaS em Containers – ensina a implantar um ambiente que fornece um PaaS (Plataforma Como Serviço) on-premise utilizando o OpenShift/OKD e ainda prepara o aluno para certificação Red Hat Certified Specialist in OpenShift Administration. Confira aqui.

Entre em contato e faça já sua inscrição para a Trilha de Containers e conheça também nossos outros cursos!

4Linux

A 4Linux é uma empresa referência em serviços de tecnologia da informação e líder de mercado em cursos de Linux e open software. Conta com uma equipe de profissionais especialistas altamente qualificados para prestar serviços de consultoria e suporte.

CURSOSCONSULTORIA    CONTATO

Anterior # DevCamp 2019
Próxima Realizando videoconferências no Rocket.Chat

About author

Joyce Bambach Luiz
Joyce Bambach Luiz 31 posts

Responsável pela área de Marketing e Relacionamento da 4Linux, com mais de 10 anos de experiência no segmento de tecnologia.

View all posts by this author →

Você pode gostar também

DevOps

Análise SAST com SonarQube – DevSecOps

Quando falamos de DevSecOps, estive um termo chamado Shift Left, que consiste em analisar questões de segurança desde o inicio do desenvolvimento de uma aplicação, ao invés do modelo tradicional

Notícias

4Linux lança curso preparatório para a certificação DEVOPS Master e faz parceria com a EXIN

A 4linux acaba de se tornar um A.T.O. (Authorized Training Organization) do EXIN e juntamente teve o conteúdo de seu treinamento ‘DEVOPS Master’ aprovado, isso significa que o material didático criado

DevOps

Como sair da “Operação Tradicional” de TI para um “ambiente DevOps” ?

Um marco importante na vida de um profissional de infraestrutura de TI é quando ele reconhece que as áreas de desenvolvimento e infraestrutura devem andar em conjunto como um só.