Gerenciamento de Processos no Linux: Guia Básico para Iniciantes

Gerenciamento de Processos no Linux: Guia Básico para Iniciantes

Se você está iniciando no mundo Linux esse artigo é para você! Aqui vamos aprender conceitos básicos para realizarmos um gerenciamento de processos.

Para esse artigo utilizaremos o:

 htop 

Bora lá?

Conforme mostrado na imagem abaixo, o PID é o ID do processo. Em  seguida vem o usuário que está executando o mesmo USER.  O campo PRI é a prioridade do processo que vai de 19 a -20 sendo que quanto menor o valor maior a prioridade para execução do processo.

Vale lembrar que a prioridade de um processo é definida automaticamente pelo kernel caso não seja definida na inicialização do processo…

Seguindo temos o NI,valor referente ao NICE – o comando que utilizamos para iniciar um processo e definir sua prioridade. Temos também o RENICE que não está listado mas é o comando utilizado para alterar a prioridade de um processo já em execução.

Podemos dizer que o comando top ou htop é como o famoso gerenciador de tarefas ” ctrl alt del” do Windows .

Tá mas e agora José? O que eu faço com esse nomes e números ? Agora que a coisa fica interessante!

Vamos começar pelo básico se algum programa aplicação travar e você não conseguir fechar de jeito maneira você pode  utilizar o comando kill -9 PID o que equivale ao Windows finalizar processo.

 kill -9 11059 

Com esse comando eu encerro de forma abrupta o processo do meu navegador Google Chrome. O parâmetro -9 significa  que eu vou encerrar o processo na marra .  Podemos utilizar apenas o comando kill e o PID, assim o processo será encerrado da mesma forma que se tivesse clicando no X para fechar a aplicação.

Utilizando o comando

 nice -n10 firefox & 

Iniciaremos o Firefox com o nice definido em 10, utilizando o ‘&’ iniciamos o processo em background  e também já nos retorna o PID.

Abrindo o http vimos que o valor de NICE está definido como 10.

Agora, utilizando o renice:

  sudo renice 5 -p 22637

Atualizamos o valor de nice para 5 , utilizamos sudo, pois só o administrador do sistema tem permissão para reduzir o valor.

 

 

A ideia desse post era mostrar como funciona de uma uma maneira bem superficial o gerenciamento de processos em sistemas Linux.

Líder em Treinamento e serviços de Consultoria, Suporte e Implantação para o mundo open source. Conheça nossas soluções:

CURSOSCONSULTORIA

Anterior Curso Especialista em Automação com Ansible: Aprenda na Prática!
Próxima Linux 5.17: Novo lançamento traz melhorias e ajustes de desempenho

About author

Henrique Rocha
Henrique Rocha 3 posts

Formando em Análise e desenvolvimento de sistemas, analista de infraestrutura linux Jr em 4linux e mágico nás horas vagas.

View all posts by this author →

Você pode gostar também

Treinamentos

Domine o Linux: Curso Online Completo e Atualizado!

Cursos de Linux Online: O melhor e mais completo! Primeiramente antes de abordar porque realizar o curso de GNU/Linux online temos que mensurar as vantagens em fazer curso online (EAD).

Infraestrutura TI

Proteja seu negócio com gestão de riscos e testes de intrusão em TI

Tecnologia de informação está cada vez mais relacionada aos processos produtivos e já mudou a forma de fazer negócios. Se a evolução dos setores de TI possibilitou maior produtividade e

Notícias

Linux 5.17: Novo lançamento traz melhorias e ajustes de desempenho

Linux 5.17 estável chega ao mercado com uma série de ajustes e melhorias. Confira! Esta semana foi lançada a versão estável do Linux 5.17, que apresenta uma série de melhorias