Atividade mostra o grande expertise da 4Linux no banco de dados postgreSQL.

O TCE-AM (Tribunal de Contas do Estado do Amazonas) teve 16.500 processos apagados indevidamente devido a uma pane nos sistemas e-Contas e Spede (Sistema de Processos e Documentos Eletrônicos) depois que um administrador de sistemas executou indevidamente um script sem fazer a devida checagem.

“ A 4Linux possui uma grande experiencia no banco de dados PostgreSQL e não foi surpresa termos sido lembrados pelo TCE-AM para fazer este trabalho emergencial. A 4Linux construiu e mantém o banco de dados postgreSQL na Caixa Econômica Federal, uma das maiores instalações mundiais do banco de dados postgreSQL”, explica Rodolfo Gobbi, Diretor-Geral.

A 4Linux foi a empresa contratada em caráter emergencial para fazer esta recuperação, e o trabalho vem sendo feito pelo profissional William Welter, especialista em banco de dados postgreSQL e certificado pela EnterpriseDB.

Apesar do TCE ter backup do banco de dados, o incidente havia tornado inacessível os arquivos, bloqueando o acesso ao back-up. O trabalho da 4Linux consiste praticamente em reconstruir o banco de dados a partir do back-up.

“O problema que ocorreu no TCE poderia ter ocorrido com qualquer banco de dados, independente da tecnologia. No momento estamos realizando a identificação dos arquivos recuperados e os associando novamente as suas tabelas nos catálogos do PostgreSQL, o que é uma tarefa complexa já que em alguns cenários foi necessário realizar alterações no código do PostgreSQL”, diz William Welter, especialista PostgreSQL da 4Linux.

O PostgreSQL conta com recursos de backup P.I.T.R. e replicação nativa que poder ser utilizados para restaurar o banco em minutos e sem perdas. O  “Recovery Point-in-Time” (PITR) também é chamado de backup incremental de banco de dados ou backup online.  O servidor PostgreSQL registra a transação de modificação de dados de todos os usuários como inserir, atualizar ou excluir e gravá-lo em um arquivo de registro de gravação de chamada de arquivo (WAL). Este mecanismo usa os registros de histórico armazenados no arquivo WAL para fazer alterações de roll-forward feitas desde o último backup completo do banco de dados.

Devido ao grande impacto que a pane causou no dia a dia do TCE e dos cidadãos, a notícia foi destaque em mídias especializadas de grande portais da internet:

CURSOSCONSULTORIACONTATO

Anterior Devops engineer LPI
Próxima O conceito de JTA é usado em todas as áreas profissionais, inclusive na área de T.I.

About author

Você pode gostar também

Banco de Dados

Conheça o banco de dados livre robusto e repleto de funções exclusivas o PostgreSQL.

A 4Linux conversou sobre o PostgreSQL com Flavio Gurgel, entusiasta do software livre e especialista em banco de dados há quase 20 anos. Gurgel, atualmente, presta consultoria, suporte e treinamento

Eventos

4Linux estará presente no maior evento PostgreSQL do Brasil – PGCONF 2019

PGCONF acontecerá nos dis 2 e 3 de agosto em São Paulo e terá a presença de vários palestrantes de renome. São Paulo será mais uma vez o palco da

Banco de Dados

Instalando pgAdmin4 via Docker

O pgAdmin4 é a plataforma de administração e desenvolvimento open source mais popular para PostgreSQL. Neste post, vamos instalar e configurar esta ferramenta via Docker. DOCKER Compartilhe este post: Twitter