Conquiste melhores posições com a certificação Linux Essentials

Atendendo à solicitações do mercado, o Linux Professional Institute criou o exame Linux Essentials, composto por uma série de questões que avaliam capacidades essenciais de um administrador de sistemas Linux.

Os exames do LPI – Linux Professional Institute têm a fama de serem difíceis. De fato, com a duração de 90 minutos cada, sem a possibilidade de consulta, os exames exigem que o candidato, além de estudar muito, tenha uma vivência prática com o Linux a ponto de saber de cor comandos e suas chaves, arquivos de configuração e seus parâmetros e características do núcleo do sistema operacional.

A percepção dessa dificuldade, porém, tem o viés da valorização do profissional que passou pelos exames de certificação e consegue as melhores posições no mercado de trabalho, ainda carente de gente que conheça bem Linux e softwares livres.

Ao longo dos anos, profissionais certificados e empresas vem contribuindo para a melhoria das questões dos exames de certificação do LPI e, mais recentemente, houve uma pressão para que fosse criado um exame mais simples, de menor duração e que desse ao candidato uma boa noção do que o mercado de trabalho exige como essencial para um administrador de sistemas Linux. Esse exame deveria, também, ter um custo menor, permitindo o acesso de estudantes do ensino médio e aqueles que acabam de ingressar no ensino superior, que estão buscando seu primeiro emprego e para quem essa será, provavelmente, a primeira prova de certificação. Assim nasceu a prova Linux Essentials.

Para obter o certificado Linux Essentials, o candidato deve ter uma boa noção do Linux e do mercado de software livre e seus principais aplicativos. Ele deve conhecer os principais componentes do sistema operacional e saber como trabalhar na linha de comando, assim como ter conhecimentos básicos de segurança, gestão de usuários e grupos e permissões de acesso. Além disso, esse exame serve muito bem como um primeiro passo para certificações mais avançadas.

Com a proliferação de aplicativos móveis e serviços em nuvem (ambos dominados pelo Linux), há mais vagas de empregos do que profissionais para preenchê-las e as empresas já estão buscando formas de reter seus profissionais, e investindo neles. Segundo o Open Source Jobs Report de 2016, 79% das empresas tem essa preocupação. O mesmo relatório aponta que a contratação de profissionais que conhecem software livre irá crescer mais do que a contratação de qualquer outro tipo de profissionais nos próximos anos.

Ao procurar um emprego, demonstre que você já se preocupa com a evolução de sua carreira apresentando seu certificado Linux Essentials.

 

CURSOSCONSULTORIACONTATO

Anterior Software Livre: Entenda por que é um serviço e não uma licença de uso
Próxima Guia prático: Como otimizar buscas no MongoDB com Aggregate

About author

Você pode gostar também

Notícias

Novidades em cursos da 4Linux: Entrevista com o novo líder de treinamentos

Novidades educacionais devem ser introduzidas nos novos cursos da 4Linux já a partir de 2020! A área de marketing da 4Linux bateu um papo com André Luiz Oliveira – o

Notícias

4Linux homenageia personalidades do mundo de TI em suas salas de aula

Todas as salas de aula da 4Linux prestam uma singela homenagem a alguma personalidade de destaque no mundo de TI. No mês de Setembro a 4Linux recebeu a visita de

Notícias

Descubra as vantagens de usar o Linux como Sistema Operacional

O Linux está sempre presente… Provavelmente você já deve ter utilizado algum sistema Linux ou baseado nele. Sim, se você já usou um sistema Android, um MacOs, IOS ou se