Linux professional institute cria o exame linux essentials.

Atendendo à solicitações do mercado, o Linux Professional Institute criou o exame Linux Essentials, composto por uma série de questões que avaliam capacidades essenciais de um administrador de sistemas Linux.

Os exames do LPI – Linux Professional Institute têm a fama de serem difíceis. De fato, com a duração de 90 minutos cada, sem a possibilidade de consulta, os exames exigem que o candidato, além de estudar muito, tenha uma vivência prática com o Linux a ponto de saber de cor comandos e suas chaves, arquivos de configuração e seus parâmetros e características do núcleo do sistema operacional.

A percepção dessa dificuldade, porém, tem o viés da valorização do profissional que passou pelos exames de certificação e consegue as melhores posições no mercado de trabalho, ainda carente de gente que conheça bem Linux e softwares livres.

Ao longo dos anos, profissionais certificados e empresas vem contribuindo para a melhoria das questões dos exames de certificação do LPI e, mais recentemente, houve uma pressão para que fosse criado um exame mais simples, de menor duração e que desse ao candidato uma boa noção do que o mercado de trabalho exige como essencial para um administrador de sistemas Linux. Esse exame deveria, também, ter um custo menor, permitindo o acesso de estudantes do ensino médio e aqueles que acabam de ingressar no ensino superior, que estão buscando seu primeiro emprego e para quem essa será, provavelmente, a primeira prova de certificação. Assim nasceu a prova Linux Essentials.

Para obter o certificado Linux Essentials, o candidato deve ter uma boa noção do Linux e do mercado de software livre e seus principais aplicativos. Ele deve conhecer os principais componentes do sistema operacional e saber como trabalhar na linha de comando, assim como ter conhecimentos básicos de segurança, gestão de usuários e grupos e permissões de acesso. Além disso, esse exame serve muito bem como um primeiro passo para certificações mais avançadas.

Com a proliferação de aplicativos móveis e serviços em nuvem (ambos dominados pelo Linux), há mais vagas de empregos do que profissionais para preenchê-las e as empresas já estão buscando formas de reter seus profissionais, e investindo neles. Segundo o Open Source Jobs Report de 2016, 79% das empresas tem essa preocupação. O mesmo relatório aponta que a contratação de profissionais que conhecem software livre irá crescer mais do que a contratação de qualquer outro tipo de profissionais nos próximos anos.

Ao procurar um emprego, demonstre que você já se preocupa com a evolução de sua carreira apresentando seu certificado Linux Essentials.

 

CURSOSCONSULTORIACONTATO

Anterior Software Livre não é software, é serviço
Próxima MongoDB Aggregation

About author

Você pode gostar também

Notícias

Vagas de emprego em São Paulo e Brasília -4linux

Mercado brasileiro de TI segue aquecido, veja nossas vagas abaixo. Vaga- Programador PHP Júnior – Vila Mariana em São Paulo “A 4Linux está procurando um programador PHP Jr com disposição

Notícias

Linkedin mudou o jeito de Recursos Humanos fazer recrutamento. O Rankdone muda o jeito de fazer Sel

Os sócios da 4Linux, Rodolfo Gobbi e Marcelo Marques, lançaram um novo empreendimento fora da área de TI. Nesta entrevista eles apresentam o Rankdone. O que é o Rankdone? O Rankdone é um

Notícias

Meetup – Como a transformação digital está afetando a carreira e as ferramentas dos profissionais de T.I

Transformação digital é a mudança pela qual as empresas estão passando em sua maneira de fazer negócios para  entender e atender o consumidor digital com muita agilidade. Implantação de metodologias