Entrevista com Nicolas Grekas do Symfony

Entrevista com Nicolas Grekas do Symfony

Em Maio o Nicolas Grekas – um dos desenvolvedores do Symfony Framework – esteve no Brasil pela primeira vez para o SymfonyLive e tivemos a oportunidade de recebê-lo aqui na 4Linux – onde aconteceu os dois dias de workshop – e ele nos respondeu algumas perguntas a respeito do Symfony, contribuições e dicas. Confira abaixo a entrevista traduzida:

Essa é a primeira vez que acontece uma conferência da Symfony aqui no Brasil, que novidades você traz?

Eu estou super feliz por termos nos reunido para a primeira conferência oficial SymfonyLive em São Paulo. Você sabe que o Symfony é um grande sucesso na Europa e permite que várias pessoas tenham uma vida melhor. Eu não vejo motivos de não acontecer também no Brasil.

Symfony 4 tem uma força enorme: pessoas amam o autowiring, flex e como eles podem tornar tudo simples e poderoso.

Até este momento, nós estamos lançando o Symfony 4.3 que vai prover várias novas funcionalidades e 3 novos componentes: Mime, Mailer e HttpClient. Isso é bastante coisa. Nós estamos também começando a trabalhar no Symfony 5.0 que vai ser lançado em Novembro. Eu não sei quais funcionalidades de contribuidores vão ser finalizadas a tempo do lançamento, mas eu tenho certeza que o Symfony 5.0 vai remover todo o código legado que nós depreciamos durante o desenvolvimento da versão 4. Isso vai ser uma grande limpeza para recuperar mais desempenho e agilidade para os próximos anos.

A nova versão do Symfony vai implementar as novas funcionalidades do PHP 7.4 como as propriedades tipadas por exemplo?

O PHP 7.4 deve ser lançado em 21 de Novembro, no mesmo dia que a SymfonyCon em Amsterdam vai começar. Isso é apenas uma semana antes do Symfony 5.0. Como você deve saber, a política do projeto é subir a versão mínima suportada do PHP a cada dois anos e somente quando uma versão principal for publicada. Symfony 5 está requerendo pelo menos o PHP 7.2 por enquanto. PHP 7.4 tem funcionalidades incríveis, mas deixá-lo como versão mínima requerida não permitiria que muitas pessoas o utilizasse em produção por alguns meses, se não anos. Como nos preocupamos com a adoção, não decidimos ainda. Se você tiver argumentos que pode nos ajudar podemos discutir.

Symfony é uma boa opção para desenvolvedores que estão começando?

Com certeza! Porque a maior parte da configuração está agora automatizada, agora Symfony 4 trabalha fora da caixa. Iniciantes podem facilmente começar com o skeleton base, carregar as funcionalidades providas pelo framework, adicionar bundles e muito mais. A experiência do desenvolvedor tem sido tão aperfeiçoada que a barreira para entrar é significantemente menor do que costuma ser.

A melhor coisa sobre o Symfony é que ele pode crescer junto com o desenvolvedor, no começo você pode até não entender todos os conceitos relacionados ao design do software. Mas conforme você vai aprendendo sobre eles, pela leitura do código fonte do Symfony por exemplo, você acaba dominando o Symfony cada dia mais. Algumas tecnologias impedem você de fazer coisas de diferentes formas, melhorar com eles significa saber como escapar das suas armadilhas. Esse não é o caso do Symfony, quanto mais experiente você estiver em programação no geral, mais você vai curtir brincar com os componentes do Symfony.

É claro, graças a sua natureza desacoplada e a alta qualidade de padrões, o Symfony é também ótimo para projetos avançados e times maiores de profissionais.

O Symfony é um projeto open source certo? Como as pessoas podem contribuir?

Symfony é open source desde o primeiro dia. Seus códigos podem ser reaproveitados sob a licença MIT, que em prática significa que você pode construir quase tudo em cima, comercial ou não.

Symfony é envolvido todo dia de contribuições de pessoas que se importam. O Github é usado pra centralizar issues e pull requests mas muitas dessas discussões acontecem também no Slack ou até no Twitter.

A primeira e mais importante forma de contribuir com o Symfony é compartilhar sua vontade sobre isso. Nunca deixe de dizer ao seu CTO que o Symfony é uma ótima escolha para o que você está desenvolvendo, se você pensar assim. Diga o mesmo às pessoas a sua volta e seja orgulhoso disso. Symfony é construído por vários desenvolvedores apaixonados que esperam apenas que seu trabalho seja útil. Nosso primeiro trabalho é pagá-los “espalhando a palavra”.

A segunda forma de contribuir com o Symfony é fazer parte da comunidade. Isso significa, ir às conferências e meetups locais pra trocar experiências com as pessoas que também usam essa tecnologia. Isso também significa, reportar bugs que você descobrir. E por favor só no horário comercial! O Symfony melhora porque várias pessoas entendem como open-source funciona, as empresas precisam “patrocinar” o Symfony -permitindo aos seus desenvolvedores fazerem parte do laço de feedback – que permite ao framework melhorar. Fazendo parte da comunidade também significa ter o entendimento desses valores como excelência técnica, diversidade e inclusão.

É claro, a terceira forma de contribuir é enviando a documentação e melhorias de código. Muitas pessoas pensam que não tem nível técnico para contribuir. Pela minha experiência isso não é verdade, eu convido qualquer pessoa que queira tentar a me chamar no Slack que está nesse link https://symfony.com/support . Vários já fizeram, eu espero que você também!

Você vê boas oportunidades de trabalho na Europa para desenvolvedores que sabem Symfony?

Definitivamente sim! A Europa não tem desenvolvedores o suficiente, é simples, eu recomendaria fortemente para qualquer desenvolvedor melhorar sua fluência com Symfony, ler a documentação, praticar com projetos, se preparar para certificação, se inscrever no SymfonyCasts, etc. Tudo isso vai fazer de você um especialista Symfony. Você nunca vai ficar sem emprego, pelo menos na Europa, mas eu poderia dizer que em qualquer lugar. Por isso eu acho que essa conferência foi muito importante, eu realmente acho que as pessoas podem conseguir uma vida melhor andando de mãos dadas com o Symfony, o código e a comunidade.

 

Redes do Nicolas Grekas

Twitter: https://twitter.com/nicolasgrekas

Github: github.com/nicolas-grekas/

 

CURSOSCONSULTORIA    CONTATO

Anterior Introdução ao Arch Linux
Próxima Há 10 anos Dev e Ops se tornavam DevOps!

About author

Juciellen Cabrera
Juciellen Cabrera 5 posts

Programadora e Instrutora de PHP em 4Linux | Rankdone. Membro das comunidades PHPSP e PHPWomen. Uma das poucas mulheres com certificação ZCPE no Brasil.

View all posts by this author →

Você pode gostar também

Desenvolvimento

Por que aprender front-end ?

A internet já foi palco de muitas revoluções, sempre impulsionadas por um mercado havido em atender usuários cada vez mais conectados. Mas foi nos últimos anos que a web explodiu

Treinamentos

Cursos de TI gratuitos — Conquiste mais espaço no mercado de trabalho!

Cursos de TI gratuitos Segundo a Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom), o setor de TI e comunicação representa 8,8% do produto interno bruto (PIB)

Notícias

Por que usar o Linux como Sistema Operacional?

O Linux está sempre presente… Provavelmente você já deve ter utilizado algum sistema Linux ou baseado nele. Sim, se você já usou um sistema Android, um MacOs, IOS ou se