Domine o Terraform e gerencie a Cloud com o novo curso da 4Linux

Domine o Terraform e gerencie a Cloud com o novo curso da 4Linux

E aí, galera que curte DevOps!

Preparados para colocar a mão na massa com o Terraform? Essa é a sua chance de dominar a maior ferramenta de IaC e gerenciar a Cloud mais utilizada do momento!

A 4Linux está lançando esse curso de Terraform com foco em AWS. É indicado para SysAdmins, Analista de Infraestrutura, Analista DevOps, SRE e, também, para todos que desejam entrar nesse mundo de Infraestrutura como código.

Vamos começar do zero até a implementação de um projeto com alta disponibilidade e escalabilidade. O modelo proposto é utilizado hoje na maioria das empresas a nível global, e o curso  ajudará a otimizar seu tempo com um conteúdo 100% prático, permitindo que se dedique mais a sua carreira.

O Terraform é uma ferramenta open source de orquestração de infraestrutura, com uma arquitetura modular baseada em plugins, escrito em Golang, assim como boa parte das ferramentas que o cercam. Ele segue a filosofia UNIX (faça uma coisa e faça bem).

O Terraform abstrai e simplifica a automação da infraestrutura em nuvem, transformando a interação com os cloud providers em uma linguagem declarativa próxima a humana, tornando o processo de provisionamento e gerenciamento de infra reproduzível, seguro e previsível.

O workflow do Terraform consegue unir o Dev e o Ops, pois controla, rastreia, documenta e automatiza a infraestrutura. Demonstra ainda a importância do Git flow e, assim, dá oportunidade aos Devs de opinar e expor as necessidades deles para Ops, removendo barreiras entre os times e suas atividades. DevOps no sentido mais literal possível!

Mais do que simplesmente utilizar o Terraform, no treinamento você vai aprender a utilizar as melhores práticas para a construção de códigos organizados e elegantes, identificando e configurando dependências entre os recursos.

Além disso, aprenderá a diferenciar e utilizar de forma produtiva as dependências implícitas e explícitas de modo a evitar falhas lógicas, construindo assim códigos que facilitam o compartilhamento do conhecimento entre os times de Dev e Ops, o entendimento da infraestrutura e o fluxo de sua implantação.

Já que estamos falando de código, ou melhor de infra como código, no Terraform você pode utilizar diferentes tipos de variáveis. No treinamento, você vai aplicar na prática a identificação do tipo que melhor se aplica para determinadas situações, sempre com o objetivo de otimizar o código e torná-lo reutilizável.

E por falar em reutilização de código, no mundo da programação é muito comum falarmos em bibliotecas e classes. O Terraform implementa o uso de módulos públicos que ajudam abstrair e padronizar a criação de infraestrutura. Módulos esses que são muitas vezes criados e disponibilizados pelos próprios provedores de nuvem pública, facilitando o compartilhamento de conhecimento e agregando ainda mais eficiência e confiança quando se trabalha com IaC.

Com o nosso curso de Terraform, você vai começar escrever seus próprios módulos, criando códigos padrões, que abstraem as necessidades, a realidade e os padrões do projeto em que você estiver trabalhando. Isso vai facilitar o compartilhamento de conhecimento e minimizar o retrabalho ao reutilizar esses mesmos módulos em diversos projetos.

Vai ainda aprender como trabalhar com diferentes environments (ambientes) a partir de workspaces e mesmo código, ajudando a resolver um grande desafio para empresas e equipes de desenvolvimento: garantir que ambientes de QA e Prod sejam iguais. Tudo isso vai aumentar a eficiência do trabalho de implementação e disponibilização de novas soluções!

Até aqui, discutimos o valor que o Terraform pode trazer ao ciclo de vida de desenvolvimento de software quando o ambiente de infraestrutura é tratado como código desde o início, bem como a vantagem competitiva que um profissional com esse conhecimento pode agregar ao projeto.

Para além disso, em ambientes já existentes, é possível utilizar o Terraform para importar o estado atual da infraestrutura, de modo a incorporá-la ao ciclo de vida de desenvolvimento. Dessa forma,  qualquer alteração ou evolução futura da infraestrutura será tratada por um processo automatizado, menos suscetível a erros.

Por fim, também será discutido o uso de ferramentas para garantir o versionamento e rastreabilidade de mudanças em seu ambiente de infraestrutura.

 

Após concluir o curso, você vai:

  • Compreender o que é infraestrutura como código;
  • Compreender a imutabilidade de infraestrutura;
  • Entender o funcionamento do Terraform;
  • Criar componentes para sua infraestrutura;
  • Utilizar um Cloud Provider (Amazon Web Services);
  • Trabalhar com módulos;
  • Versionar módulos com Git e
  • Criar arquiteturas utilizando Terraform.

 

Diferenciais:

  • Rápido e totalmente prático. Você pode aplicar os conhecimentos aprendidos no próximo dia de trabalho e, assim, somar junto a sua equipe, entregar com mais valor e com mais agilidade;
  • Ao término do curso, você estará apto a utilizar o Terraform e seus principais recursos em ambiente de produção, com a capacidade de reaproveitar módulos e garantir a integridade entre os ambientes;
  • Criação de projeto em cloud com uma infraestrutura a nível enterprise. Infraestrutura pronta para ser utilizada na Amazon Web Services, com uma arquitetura competitiva e presente na maioria das empresas do Brasil e do mundo.

Em resumo… o projeto de infraestrutura de nuvem criado durante o treinamento é baseado em um cenário real frequentemente demandado pelo mercado, por empresas de todos os portes que utilizam tanto ambientes em cloud pública como ambientes on-premisses. Você vai montar toda a infraestrutura de nuvem necessária para implantar uma aplicação WEB, incluindo requisitos de alta disponibilidade e segurança.

Também vai aprender a preparar todo o ambiente da aplicação desde a criação da infraestrutura de rede e das regras de firewall necessárias para a hospedagem e o acesso ao ambiente, passando pela preparação dos discos para armazenamento das informações e das instâncias e modelos de execução que serão responsáveis pela parte de processamento do ambiente.

Para finalizar o projeto, serão provisionados grupos de escalonamento e de balanceamento de carga responsáveis por garantir a alta disponibilidade do ambiente. Tudo isso usando recursos nativos do provedor de nuvem e das melhores práticas, tanto no uso do Terraform e dos conceitos de Infraestrutura, como do processo de arquitetura de aplicações nativas de cloud.

Para marcar o lançamento do curso de Terraform na Prática – especialista em provisionamento Cloud na AWS, a 4Linux está com preço promocional!

Adquirindo o novo curso de Terraform na Prática  você terá o 30% de desconto do preço de tabela! Promoção válida para primeira turma.

Líder em Treinamento e serviços de Consultoria, Suporte e Implantação para o mundo open source. Conheça nossas soluções:

CURSOSCONSULTORIA

Anterior Super descontos na nova loja virtual de cursos 4Linux. Confira!
Próxima Entenda a importância da observabilidade em suas aplicações

About author

Joyce Bambach Luiz
Joyce Bambach Luiz 89 posts

Responsável pela área de Marketing e Relacionamento da 4Linux, com mais de 10 anos de experiência no segmento de tecnologia.

View all posts by this author →

Você pode gostar também

DevOps

Descubra como a filosofia DevOps pode impulsionar o sucesso do seu negócio

DevOps é fundado na construção de uma cultura de colaboração, visando a entrega de software de maneira mais rápida e confiável. Pode ser compreendido como uma filosofia de gestão, englobando

DevOps

DevOpsDays Maringá: Evento internacional de tecnologia chega ao Paraná

Sétima edição no Brasil e a primeira a ser realizada no estado do Paraná, o DevOpsDays Maringá reunirá especialistas para expor e debater temas do mundo DevOps. O DevOpsDays terá

Treinamentos

Descubra as melhores soluções de dashboards para Kubernetes

Dashboards para Kubernetes Como o aumento do uso do Kubernetes pelas empresas, diversos dashboards ou soluções que utilizam painéis começaram a surgir no mercado, e entre os mais utilizados podemos