Analisando a Qualidade do Código com SonarQube

Analisando a Qualidade do Código com SonarQube

Dentro da ótica do DevOps e de como implementar agilidade com qualidade, temos os testes automatizados como um dos principais pilares para manter a essência do CI (Continuous Integration), porém apenas esses testes não conseguem garantir que de fato o código terá qualidade. Para remediar essa situação, há ferramentas que promovem a análise do código fonte da aplicação e que, com isso, permite a avaliação dessa qualidade de código. Mas antes de abordamos a parte de ferramenta, vamos entender o que vem a ser a Análise de Qualidade dentro da programação ?

Analise de Qualidade

Em termo gerais, realizar a analise de qualidade em um código fonte é conseguir medir se o código atende requisitos pré definidos para garantir que o código não esteja defasado ou para validar se há redundância de código, por exemplo.

É importante destacar que a qualidade do código irá depender de como a cultura de desenvolvimento está implementada e quais são os critérios de boas práticas que farão o código em questão responde se é possível ou não colocar aquele programa em produção.

Quality Gate

Quality Gate define as políticas de qualidade para o código, baseado em valores definidos em uma estrutura de confiabilidade.

Definindo Quality Gate no SonarQube

Utilizando o Jenkins com SonarQube, a definição do Quality Gate se torna essencial. Pois, o resultado dele que irá permitir ou não que a pipeline tenha continuidade.

Para integrar o Jenkins com o SonarQube, antes leia: Análise SAST com SonarQube

Após instalar e já integrar o Jenkins com o SonarQube, podemos definir um Quality Gate personalizado, com os seguintes passos:

  •  Clique em Quality Gate no menu superior
  • Após isso clicar, no canto esquerdo, em Create
  • Adicionar nome Quality Gate
  • Após isso, já é possível adicionar as Condições do Quality Gate clicando em Add Condition
  • Nesse momento é possível adicionar as regras conforme a cultura desenvolvimento empregadas.
  • Abaixo um exemplo de Quality Gate criado pelo SonarQube.
  • E para finalizar, após criar as métricas é possível defini-la como Default, sendo assim, os projetos,  terão esse Quality Gate como padrão ou também, escolher projetos específicos para ter essas políticas

OU

Sendo assim é possível, além de testar, mediar e registrar a qualidade de qualquer código fonte antes de ir para produção, garantindo a segurança e o valor da sua aplicação.

 

CURSOSCONSULTORIA    CONTATO

Anterior 4Linux lança novo conteúdo preparatório para LPIC-3 - 303
Próxima Virtualização com Vagrant

About author

Yago Ésquines
Yago Ésquines 2 posts

Yago Ésquines, atua como Analista de Infraestrutura em Software Livre, formado em Ciência da Computação pela Universidade Paulista (UNIP) e em progresso na formação em Segurança da Informação pela FATEC São Caetano. Atua com foco em Linux, Cloud, DevOps e DevSecOps, possuindo 5 anos de experiência profissional em Tecnologia da Informação. Detém expertise como instrutor de cursos voltados ao Sistema Operacional Linux, Infraestrutura Ágil e DevSecOps, aleḿ da Certificação LPIC2 e DevOps Essentials.

View all posts by this author →

Você pode gostar também

DevOps

Criando Pipelines no Jenkins com Jenkinsfile

O que é o Jenkins ? Jenkins é uma ferramenta de auxilio a construção de pipelines de construção de software. Com ele podemos automatizar toda as etapas de compilação e

DevOps

Web Scraping: Python, Selenium e BeautifulSoup

Muita gente na internet tem dúvida de como fazer robôs que buscam coisas em sites, baixam conteúdo ou simplesmente executam ações para testar alguma funcionalidade do site, sistema ou algo

Big Data

Instalação do Cuda 9 em distribuições Linux baseadas no Ubuntu

Se você deseja trabalhar com algoritmos de Machine Learning, provavelmente precisará usar processamento paralelo para acelerar os resultados dos seus algoritmos. Muitos frameworks como por exemplo, o TensorFlow, já possuem