4Linux lança novo conteúdo preparatório para LPIC-3 – 303

4Linux lança novo conteúdo preparatório para LPIC-3 – 303

Antes de começar é importante dizer que, a certificação LPIC-3 é o ápice do programa de certificação profissional multinível da LPI – principal órgão certificador de profissionais Linux a nível Global – sendo neutro em questão de distribuição,  a LPIC-3 é projetada para os profissionais Linux de nível corporativo.

Existem três diferentes certificações disponíveis na LPIC-3, sendo separadas por especialidades. A aprovação em determinado exame concederá ao profissional a certificação LPIC-3 para a especialidade em questão.

Um dos exames disponíveis se refere à especialidade na área da Segurança da Informação. A (LPIC-3 303), provê a certificação de segurança sobre a administração de sistemas Linux.

Ao obter a certificação LPIC-3, o profissional demonstra que está no auge de sua carreira de administração em sistemas Linux.

O curso de Segurança em Servidores Linux da 4Linux, prepara completamente o aluno para prestar o exame 303 da LPI.

Este exame é composto por 4 tópicos:

  • Criptografia.
  • Segurança de Host.
  • Segurança de Rede.
  • Controles de Acesso.

Para conhecer mais detalhes sobre os tópicos do exame, acesse: https://www.lpi.org/our-certifications/exam-303-objectives

O novo conteúdo do curso “Segurança em Servidores Linux” cobre 100% desses assuntos, sendo reestruturado com base em cada um dos subtópicos cobrados pela LPI, assim o curso conta com 54 micro aulas, mais conteúdos extras totalizando mais 18 micro aulas, ou seja, um bombardeio de conhecimento focado em segurança, de forma hands-on com foco na aprovação do exame.

Podemos destacar os seguintes assuntos:

  • Network Hardening
    • Configurar o FreeRADIUS para autenticação de serviços em rede.
    • Usar o NMAP para varrer redes e hosts, incluindo diferentes métodos de varredura.
    • Usar o Wireshark para analisar o tráfego de rede, incluindo filtros e estatísticas.
    • Identificar e lidar com tráfego desonestos e mensagens DHCP.

 

  • Network Intrusion Detection
    • Implementar o monitoramento de uso de largura de banda com NTOP.
    • Configurar e usar o Snort, incluindo o gerenciamento de regras.
    • Instalar e conhecer os principais comandos do OPENVAS.

 

  • Sistemas de arquivos criptografados
    • Entender o dispositivo de bloco e a criptografia do sistema de arquivos.
    • Usar dm-crypt com o LUKS para criptografar dispositivos de bloco.
    • Usar o eCryptfs para criptografar sistemas de arquivos, incluindo diretórios iniciais
    • Estar ciente do dm-crypt e do EncFS.

Além disso ao final de cada aula, você é convidado a testar suas habilidades em testes de conhecimento retirados da própria LPIC-3 303.

 

Para conhecer a ementa completa do curso clique aqui.

 

Quer uma amostra grátis de como será o treinamento? Veja o vídeo que disponibilizei em meu canal:

Bom, forte abraço e espero vê-los por aqui!

CURSOSCONSULTORIA    CONTATO

 

Anterior Versionamento de Código utilizando Git/GitFlow/GitHub
Próxima Analisando a Qualidade do Código com SonarQube

About author

Joatham Silva
Joatham Silva 9 posts

Joatham Pedro - Analista de Sistemas Federal, Analista de Segurança/Infraestrutura, Consultoria e Treinamento, Mestre em Sistemas em Computação, - C|EH - C|HFI - EMC - LPIC 3 - CLA - EXIN

View all posts by this author →

Você pode gostar também

Notícias

​ Certificação LPI Linux Essentials faça na 4linux o curso e prova preparatória GRATUITAMENTE.

A 4Linux informou que o curso Linux Beginners in Cloud Online (4449) será disponibilizado gratuitamente a todos os interessados, o curso é preparatório para a prova de certificação Linux Essentials.

Treinamentos

4Linux inova mais uma vez e lança curso de Continuos Monitoring DEVOPS.

Será o nono curso ofertado na carreira DEVOPS. A mais abrangente oferta do Brasil. A 4linux anuncia hoje o lançamento de mais um curso para enriquecer a sua oferta de

Segurança

5 Ameaças de engenharia social à privacidade do funcionário

E ai… Qual teu papo? Você pode já ter ouvido o termo “engenharia social”. A engenharia social refere-se a uma forma de tática de ataque em que uma parte externa