Por que aprender Python?

Por que aprender Python?

Dizem que se alguém quer trabalhar no Google, o caminho mais simples é aprender Python. Será este o único motivo?

De fato, a linguagem Python é intensivamente usada pelo Google. Apesar de não ser a única, também é empregada por outras grandes empresas de internet, por exemplo: DropBox e Disqus.
Python é utilizado em ambientes de missão crítica, que suportam milhões de usuários diariamente, ao mesmo tempo, é reconhecida como uma linguagem fácil, portanto mais adequada para o aprendizado de programação. Aparentemente antagônicos, estes dois motivos, tornam o Python uma linguagem poderosa.

Veja a seguir algumas razões para você aprender Python.

1) Aprendizado fácil

Aprender a programar em Python é algo descomplicado. É uma linguagem orientada a objetos, como Javascript, C ++, C #, Perl, Ruby e outras linguagens de programação chave. Se alguém planeja iniciar na programação orientada a objeto, Python consiste uma excelente escolha. Requer menos código para concluir tarefas básicas, tornando-se uma linguagem econômica ao aprender. O código Python chega a ser três vezes mais curto em comparação ao Java, cinco a dez vezes menor que C ++.

Para quem está iniciando, quanto menos código se escreve, menor a probabilidade de erros. Além do mais, o aprendizado dos conceitos de programação existentes na linguagem, representam uma grande contribuição para as pessoas que pretendem se tornar desenvolvedores de software, poderão facilmente adaptar-se em outros ambientes.Porém, os céticos não devem se iludir. A simplicidade do Python não significa inferioridade frente as demais linguagens. Por estes motivos, Python pode servir como trampolim para o universo da programação. O mercado demanda programadores flexíveis, neste contexto, Python pode ajudá-lo a chegar lá.

2) Python é DEVOPS

Se você é um profissional de infraestrutura de TI e deseja se aventurar na área de programação, Python constitui a linguagem natural para alcançar este objetivo. É a linguagem que mais se aproxima do mundo DevOps (Desenvolvimento e Infraestrutura).

Aprender uma linguagem para resolver problemas de infraestrutura e começar a enxergar a mesma como código, pode ser o caminho mais fácil para um SysAdmin tornar-se um programador. No mundo da Infraestrutura, Python permite criar scripts que ajudam qualquer SysAdmin. Em contrapartida, é possível estar no mundo DEV e construir aplicações Web ou corporativas empregando Python.

Resumindo: Python é uma linguagem que navega muito bem no DevOps.

3) Python é Big Data (Data Science)

Uma das tendências do mercado de Tecnologia, sem dúvida, são as soluções em Big Data. Analisar, coletar e consolidar dados, tornaram-se grandes desafios. Com Python você pode atender estas necessidades, aplicando de maneira produtiva modernos algoritmos de machine learning. O aprendizado na linguagem o qualificará em uma das áreas com maior demanda profissional no momento.

4) Menor distância para o emprego de desenvolvedor.

Embora muitos programadores sintam enorme satisfação ao codificar, como se estivessem criando uma obra de arte utilizando sua linguagem predileta, pode não haver concordância entre as preferências pessoais e as demandas do mercado.

Além de cair no gosto dos profissionais de programação, Python vem experimentando crescimento consistente na demanda por seu emprego no mercado. Não possuímos números do Brasil sobre a popularidade de linguagens de programação e oportunidades de emprego. Entretanto, observando dados do mercado americano e mundial, temos noção sobre quais linguagens originam mais oportunidades de emprego. O Python está entre elas.

O Python no ranking do IEEE

O IEEE é a maior associação mundial de profissionais dedicados à engenharia, as ciências aplicadas e aos avanços tecnológicos, por isso, preocupa-se em medir tendências tecnológicas.

O IEEE Spectrum ( http://spectrum.ieee.org/ ), é o responsável pela revista e website do IEEE. Anualmente divulga o ranking que classifica a popularidade de dezenas de linguagens de programação.

O ranking consolida-se através da ponderação e conformidade de 12 métricas, originárias de 10 fontes diferentes, esta abrangência confere credibilidade ao ranking. Veja a popularidade das linguagens em 2017.

O Python no ranking da RedMonk

O RedMonk ( www.redmonk.com), empresa de análise de mercado focada em desenvolvimento de software, nos fornece um ranking muito similar ao ranking do IEEE.

Em seu ranking de Junho de 2017, sobre a popularidade das linguagens de programação, coloca o Python entre as mais populares no GITHUB e no Stack OverFlow. Veja o gráfico:

O Python em outros rankings

Há outros rankings além dos dois apresentados. Em artigo do portal TechBeacon, você contará com a visão geral de diferentes rankings com variadas metodologias. Poderá decidir qual delas melhor se adequa a sua necessidade, contribuindo para a sua escolha sobre qual linguagem de programação deve aprender.

O TechBeacon.com é um portal destinado a profissionais de desenvolvimento de software e operações de TI que compartilham orientações práticas com os desafios dos negócios.

Recomendação

Sugerimos a você, considerar as informações, argumentos e estatísticas apresentados no artigo, quando escolher a linguagem de programação que aprenderá.

Anterior A Importância da certificação para área de TI- Jon "maddog" Hall
Próxima 4Linux lança curso de Engenharia de Dados com Python e Hadoop.

About author

Rodolfo Gobbi
Rodolfo Gobbi 5 posts

Idealizador e Presidente do Rankdone. Apesar de não ter suas origens na área de RH, aplicou - para desenvolver o Rankdone - seus 20 anos de experiência na contratação de profissionais e na montagem e gerência de equipes técnicas.Atua como Sócio-Diretor da empresa 4linux. Foi fundador e presidente do LPI( Linux Professional Institute) Brasil, a maior certificação profissional linux do mundo. Possui experiência em gerência técnica , comercial e financeira. Graduado em Engenharia Eletrônica pela Universidade de São Paulo com especialização em Computação, fez Extensão em Administração de Empresas na Fundação Getúlio Vargas.Ministrou diversas palestras em eventos de informática.

View all posts by this author →

Você pode gostar também

DevOps

Vagrant: Crie ambientes de Desenvolvimento Ágil

Conheça como criar máquinas virtuais com o Vagrant e crie ambientes padronizados iniciando pelo de Desenvolvimento. DevOps tem como objetivo diminuir o Time To Market de um serviço, ou seja,

DevOps

4Linux presente no evento internacional DevOpsDays Maringá.

Sétima edição no Brasil e a primeira a ser realizada no estado do Paraná, o DevOpsDays Maringá reunirá especialistas para expor e debater temas do mundo DevOps. O DevOpsDays terá

Notícias

Implementação e Customização do Moodle para um dos maiores centros de concurso do Brasil.

Para capacitar mais de 14 mil professores por todo o Brasil a Instituição decidiu utilizar de uma ferramenta de LMS OpenSouce em um ambiente de Cloud com Auto-Scaling. Cliente: A