Curso MongoDB Presencial em São Paulo | 4Linux

Curso MongoDB Presencial em São Paulo | 4Linux

Bancos de dados são a base dos projetos de desenvolvimento Web. Muitos desenvolvedores estão voltando sua atenção para o MongoDB, um banco de dados sem esquema que é popular para uma ampla gama de aplicativos e está incluído por padrão na plataforma de desenvolvimento Meteor.

Mas o MongoDB seria a melhor opção para sua aplicação?

Isso vai depender do tipo de dados que você possui e do que você pretende fazer com esses dados.

A motivação em usar bancos de dados NoSQL é maior quando a necessidade é por dados não estruturados. Dependendo de suas próprias necessidades comerciais, o MongoDB pode ser a solução ideal para você. Neste artigo, vamos abordar os fundamentos do banco de dados NoSQL, MongoDB, e o porquê você deve cursar MongoDB na 4Linux acompanhe.

O MongoDB possui alguns recursos que o tornam uma excelente escolha para as empresas que precisam de acesso rápido aos seus dados, seja para tomar decisões em tempo real, ou para criar soluções personalizadas e orientadas a dados. É compatível com as aplicações .NET, Java, Python, PHP e muito mais.

Veja algumas coisas que você pode fazer com o Banco de dados NoSQL, MongoDB:

  1. Armazene grandes volumes de dados que muitas vezes têm pouca ou nenhuma estrutura – Os bancos de dados relacionais armazenam dados estruturados como uma lista telefônica. Um banco de dados NoSQL não estabelece limites e permite que você adicione diferentes tipos de dados conforme suas necessidades;
  2. Aproveite ao máximo o armazenamento em nuvem – O armazenamento baseado em nuvem é uma excelente solução de economia, mas exige que os dados sejam facilmente espalhados por vários servidores para aumentar a escala. O MongoDB pode carregar um alto volume de dados, oferecer muita flexibilidade e disponibilidade em um ambiente baseado em nuvem;
  3. Redimensionar a arquitetura de banco de dados de forma eficiente e barata – Com o MongoDB é fácil distribuir dados sem precisar de software adicional.

Escalabilidade

A Escalabilidade é um fator usado para medir a facilidade com que um sistema pode acomodar a crescente quantidade de trabalho ou dados. Há duas maneiras pelas quais você pode escalar seu sistema: scale up, também conhecido como escalar verticalmente, ou scale out também conhecido como escalar horizontalmente.

Curso MongoDB

A escalabilidade vertical pode simplesmente ser colocada como uma abordagem em que dizemos “Precisa de mais recursos de processamento? “Atualize para uma máquina com melhor hardware, de mais potência”. Infelizmente esta abordagem é dispendiosa e, tecnicamente, não podemos atualizar o hardware além de um determinado nível.

Por outro lado, a escalabilidade horizontal pode ser descrita como uma abordagem em que dizemos “Precisa de mais recursos de processamento? “Basta adicionar mais servidores e multiplicar os recursos de processamento”. Teoricamente, essa abordagem nos dá um poder de processamento ilimitado, mas temos mais desafios na prática.

O MongoDB nos permite escalar horizontalmente facilmente e, ao mesmo tempo, aborda os problemas relacionados à escalar horizontalmente em grande medida. O resultado final é que é muito fácil escalar MongoDB com o aumento de dados em comparação com bancos de dados relacionais.

Facilidade de desenvolvimento

O MongoDB não possui o conceito de criação de esquema, como temos nos bancos de dados relacionais. Devido a isso, fica muito mais fácil armazenar dados relativamente não estruturados/complexos, o que torna-se difícil de armazenar em um banco de dados relacional. Por exemplo, catálogos de produtos de um aplicativo de comércio eletrônico contendo vários itens e cada um deles possui atributos diferentes. Além disso, é mais natural usar JSON no desenvolvimento de aplicativos do que as tabelas do mundo relacional.

Vantagem de desempenho

O MongoDB é um banco de dados que foi projetado para armazenamento e consulta de dados, que visa aplicações de redes sociais como o Facebook. Para isso, ele usa  ‘documentos’ como unidade básica de armazenamento.

Um documento é um simples objeto JSON, chamado BSON em MongoDB, que é apenas um blob. Por exemplo, uma postagem no blog consiste em título, conteúdo e comentários. No modelo relacional, o comentário será armazenado como uma tabela individual e recuperado juntando tabela de postagem e tabela de comentários. No modelo do documento, eles são salvos como um documento. Eles são tratados como um único objeto. Ao fazer uma consulta, você obtém tudo a partir desse documento, sem referência a outros documentos, cada documento pode ser identificado por um id. Assim, obter um documento é uma consulta chave/valor, não uma consulta relacional. A consulta do valor principal é muito mais rápida do que a consulta relacional.

Se você já trabalhou com banco de dados relacional antes, é bastante provável que você já ouviu falar no nome “desnormalização”. É um processo que agrega dados de tabelas diferentes para uma tabela para evitar operações de junção.

Os desenvolvedores de banco de dados às vezes desnormalizam a estrutura do banco de dados intencionalmente para ganhar mais desempenho. Isso é exatamente o que o documento MongoDB já faz.

Curso MongoDB Presencial em São Paulo SP

Agora que já tivemos uma visão geral e vimos alguns benefícios do MongoDB. Gostaríamos de convidá-lo para participar do nosso Curso MongoDB Presencial para Desenvolvedores e DBAs. Este curso o guiará na administração do banco de dados MongoDB, trabalhando juntamente com o desenvolvimento web, trazendo um comparativo e mostrando as principais diferenças da mesma aplicação em um mundo SQL.

Curso MongoDB Presencial

Além disso, o aluno estará preparado para:

  • Fazer a instalação e configurar o MongoDB em Cluster;
  • Utilizar ferramentas no Mongo Shell e na Interface gráfica;
  • Conhecer a Arquitetura interna do MongoDB;
  • Manipular os dados com MongoDB;
  • Realizar Carga de Dados em uma aplicação real;
  • Conectar o MongoDB a uma Aplicação em Python.

Para ter acesso ao material completo do Curso MongoDB. Você deve se cadastrar clicando aqui: Quero aprender MongoDB! Ao clicar no link, você será direcionado para a página do curso no site oficial da 4Linux. E, poderá fazer seu cadastro no curso MongoDB Presencial em São Paulo por meio do formulário de contato, quando preencher suas informações no formulário, nossa equipe da 4Linux entrará em contato com você informando valores e data do curso.

Não perca mais tempo e cadastre-se agora! A nossa próxima turma será em São Paulo SP e terá início nos dias 08/03/2018 e termino em 29/03/2018, com carga horária de 40H, sendo 2 semanas de segunda a sexta, 4 horas diárias.

Anterior Curso PHP Completo do Básico ao Avançado
Próxima Curso PHP Desenvolvimento Web Presencial

Você pode gostar também

Infraestrutura 0 Comentários

JSON e BSON no MongoDB: para iniciantes

Dando continuidade na série de MongoDB, nesse post farei uma Introdução ao formato “Javascript Object Notation” (JSON), ao BSON e aos primeiros passos com o MongoDB.

Infraestrutura 0 Comentários

Backup PITR centralizado com Barman

O backup PITR(Point-In-Time-Recovery) que é uma ferramenta que permite um arquivamento contínuo das transações ocorridas no banco, para que seja possível a recuperação de qualquer posição dos dados desde o

Infraestrutura 0 Comentários

Instalação do Cuda 9 em distribuições Linux baseadas no Ubuntu

Se você deseja trabalhar com algoritmos de Machine Learning, provavelmente precisará usar processamento paralelo para acelerar os resultados dos seus algoritmos. Muitos frameworks como por exemplo, o TensorFlow, já possuem

2 Comentários

  1. […] MongoDB é uma base de dados orientada a documentos. Classificada como banco de dados NoSQL, o MongoDB evita a tradicional estrutura de banco de dados relacional em favor de documentos semelhantes a JSON com esquemas dinâmicos, tornando a integração de dados em certos tipos de aplicativos mais fácil e rápido. O MongoDB é um software livre e de código aberto. […]

Deixe uma resposta