Certificações Linux – Um passo a frente nos processos seletivos

Certificações Linux – Um passo a frente nos processos seletivos

Quando entramos no mercado da Tecnologia da Informação sempre escutamos sobre  certificações não importando em que especialização você vai focar, se tu optar por redes vai ouvir falar de CCNA com certeza. Desenvolvedor PHP? Certificação Zend. Vai trabalhar com Gestão de TI? ITIL e COBIT estarão lhe perseguindo. Agora se escolher trabalhar como SysAdmin com certeza irá ouvir de certificações Linux, e é aqui onde eu me encaixei, durante meus primeiros trabalhos na área já ouvia as pessoas falando de certificações e não entendia por que um papel com nome de uma instituição e minha assinatura era tão importante, a final se eu domino uma tecnologia não preciso de um papel afirmando isso, “quem sabe faz ao vivo” não é mesmo?

É… quase isso, o conhecimento é imprescindível para quem trabalha com tecnologia porém existe um fator que não pode ser descartado, que para mim ficou muito claro no final da Faculdade, pois estava fazendo estágio sem chance de efetivação, e precisei procurar emprego, percebi que o Ensino Superior não era mais um diferencial (e sim um pré-requisito) e que o grande divisor de mares na verdade eram as certificações…

A equipe de Recursos Humanos chamam para entrevistas apenas os melhores currículos.

 

Isso não sou eu quem está dizendo apenas, mais tarde encontrei a seguinte frase do Diretor de Currículo e certificação da Red Hat:

“A premissa de qualquer certificação é que ela ajude um gerente de contratações a organizar a pilha de currículos.” – Randy Russell

Centro Certificadores

A carreira de um SysAdmin Linux tem uma grande gama de certificações e Centro Certificadores, neste post irei comentar sobre as certificações mais buscadas pelo mercado.A LPI é em um dos principais centros certificadores em Linux, sediada no Canada é uma organização sem fins lucrativos e suas provas abrangem as principais distribuições Linux do mercado pois seus exames são baseados no padrão LSB (Linux Standard Base).

Características LPI

Características LPI

Todas as provas da LPI possuem validade de 5 anos e são aplicadas presencialmente na 4Linux (clique aqui para saber mais) ou online pela Pearson VUE.

Linux Essentials – É a primeira certificação disponível pela LPI, ela é composta por 40 questões e seu valor é reduzido comparado com das outras certificações da LPI uma vez que ela não é um pré-requisito para as outras certificações, você pode encontrar o conteúdo abordado nesta certificação aqui.

LPIC-1 -Esta certificação costuma ser mais cobrada pelo mercado de trabalho, ela é o pré-requisito para a LPIC-2 e LPIC-3, essa certificação é dividida em  2 provas (101 e 102) de 60 questões que podem ser de alternativas e dissertativas, para obter a certificação o candidato deverá ser aprovado nas 2 provas, o conteúdo abordado na prova 101 pode ser encontrado aqui e na 102 aqui.

LPIC-2 – Como a LPIC-1 também é dividida em 2 provas (201 e 202) esta certificação é um pré-requisito para a LPIC-3 e possui as mesmas regras da nível 1 o que muda apenas é o conteúdo de cada prova, o conteúdo da 201 pode ser encontrado aqui e da 202 aqui.

LPIC-3 – Este nível de certificação é dividido por especializações, atualmente temos 3 especializações Ambientes Mistos, Segurança e Virtualização/Alta Disponibilidade. Cada especialização possui uma prova de 60 questões, caso você seja aprovado em uma dessas provas você recebe a certificação para aquela especialização, logo não é obrigatório fazer todas essas provas.

Essas são as principais certificações da LPI, porém o instituto vem trabalhando em uma certificação focada em DevOps a promessa do site deles é que em 2017 ela já esteja disponível!

As certificações da Red Hat são sem dúvidas mais cobiçadas pelos SysAdmins, grandes empresas utilizam o sistema do chapéu vermelho, porém as provas são focadas no Sistema Operacional deles (Red Hat/CentOS) diferente da LPI que abrange o padrão LSB.

Características Red Hat Certification

A metodologia de aplicação das provas é prática o que é muito bom, uma vez que pode ser usado os comandos de ajuda no terminal para conclui-la, porém para fazer essas provas você deverá se dirigir a um dos centros certificadores credenciados da Red Hat.

A RHCSA é a primeira Certificação para um SysAdmin RedHat, ela é um pré-requisito para a RHCE, o pré-requisitos para essas certificações podem ser encontrados aqui, os exames são baseados na versão mais atual do S.O. e por conta disso a certificação só “expira” caso saia uma nova versão, porém isso não desqualifica quem já possui uma certificação nas versões anteriores.

A certificação RHCA é o mais alto nível de certificações da Red Hat, para obter esta certificação é necessário ser RHCE e ter pelo menos mais 5 certificações da Red Hat.

 

A Linux Foundation também é uma organização sem fins lucrativos que foi fundada em 2007, seu objetivo é proteger e padronizar o Linux, um dos detalhes interessantes da Linux Foundation é que em 2016 ela e a empresa do Sr. Gates (Microsoft) fizeram uma parceira, na realidade a Microsoft virou um membro “Platinum” na Linux Foundation.

Características Linux Foundation Certification

Creio que a Linux Foundation proporciona a melhor experiencia nas aplicações de provas, pois ambas as certificações (LFCS e LFCE) são provas práticas, até ai as certificações da Red Hat também são, porém na Linux Foundation você pode escolher com qual distribuição você vai fazer a prova (CentOS, Ubuntu ou OpenSuse) e não para por ai, diferente dos outros Centro Certificadores você pode fazer a prova da sua casa! Sim, basta ter uma boa conexão com a internet e um computador com webcam e microfone.

A LFCS é a primeira prova deste Centro Certificador e é o pré-requisito para a LFCE, um detalhe importante da Linux Foundation é que o prazo de validade para essas certificações que é de 2 anos e a sua renovação é feita automaticamente caso o candidato tire um nível maior de certificação (LFCE) caso ele já tenha o maior nível ele deverá fazer novamente a prova.

Como se preparar para certificações?

Existem algumas maneiras para conquistar as tão almejadas certificações, entre elas:

Auto-Estudo – Neste caso o aluno deverá ser auto didata, tem muito conteúdo de estudo na Internet, muitos sites com fóruns, livros e vídeos. Porém precisará de muita dedicação e disciplina do candidato.

Grupos de Discussão – Hoje com a utilização do Facebook, Whatsapp, telegram e outras redes sociais ou de mensageiria é possível facilmente encontrar grupos de estudo para as certificações isso costuma ajudar muito se você não tem nem ideia de como é a prova.

Simulado – Uma das maneiras que mais me ajudou para a certificação, pois durante os simulados se eu não sabia a resposta eu iria atrás e estudava sobre exatamente o conteúdo daquela questão, que era um dos assuntos da prova. É possível encontrar simulados da LPI no site do Rankdone.

Cursos – A contratação de um curso é sem dúvidas uma das coisas que mais ajudam, pois você estará convivendo com quem já possui a certificação e poderá tirar todas as suas dúvidas a respeito da prova com o instrutor.

No quesito de cursos a 4Linux oferece a Formação Linux, que cobre grande parte das certificações oferecidas atualmente pelos Centros Certificadores, a Formação é composta por 4 cursos (com 140 horas de treinamento) :

É claro que não basta apenas o aluno fazer o curso e prestar as provas, o resultado das provas vai depender do desempenho e esforço do aluno em sala de aula e na prática do dia a dia.

Anterior Como funciona a descoberta de baixo nível (LLD) no Zabbix?
Próxima Gerenciamento de filas assíncronas com Celery e Redis

About author

Leonardo Moraes Mendes
Leonardo Moraes Mendes 1 posts

Leonardo Moraes Mendes atua como Líder Técnico em projetos de Software Livre, formado em Redes de Computadores pela Faculdade de Tecnologia IBTA. É apaixonado por treinamento e atualmente trabalha em projetos vinculados a Educação, coordenando a equipe de treinamento na produção de conteúdos Linux, DevOps e Cloud, também atua na implementação de projetos de consultoria para soluções de LMS.

View all posts by this author →

Você pode gostar também

Carreiras

Curso de PHP Completo com Certificado Online e Presencial – Formação PHP

Como está a sua carreira profissional? Está contente com seu nível de formação e não tem enfrentado dificuldades para a realização de tarefas? Infelizmente nem todos estão em uma rotina

Carreiras

Vagas de emprego em São Paulo e Brasília -4linux

Mercado brasileiro de TI segue aquecido, veja nossas vagas abaixo. Vaga- Programador PHP Júnior – Vila Mariana em São Paulo “A 4Linux está procurando um programador PHP Jr com disposição

Carreiras

Certificação: 8 dicas para ter sucesso em exames

Bixo… Se tu quer começar ou avançar sua carreira como profissional de TI, tenho uma notícia e macetes para você conseguir uma certificação e te digo: tem muitas oportunidades de