PHP, como aprender? Por onde começar?

PHP, como aprender? Por onde começar?

No ano passado, em 2017, não foram poucas as vezes em que fui abordada por pessoas, em sua maioria mulheres, que me perguntaram: Como faço pra aprender PHP?
Em início de ano todos nós temos ao menos uma lista mental de metas para 2018 e aproveitando a oportunidade eu quero ajudar você que quer aprender PHP, mesmo que você não tenha tido nenhum contato com programação.

Conhecimentos básicos de informática

Pode parecer longe da realidade de muitos mas existem muitas pessoas ainda com dificuldades nesse quesito. Se você está familiarizado com informática básica pule para o próximo item. Esse item é especialmente para as pessoas que querem entrar nesse mundo louco da programação mas tem pouca intimidade com o que vai além de redes sociais. Você precisa saber alguns conceitos como o que é um programa, como efetuar downloads e instalação de programas, o que é um editor de texto, o que é um browser (ou navegador), essas coisas do dia a dia. Lembrando que você precisa se sentir à vontade com o seu sistema operacional que pode ser uma distribuição Linux (Ubuntu por exemplo), Windows ou Mac se você tiver acesso.

Estude lógica de programação

Entender sobre lógica e lógica de programação é uma parte primordial do processo. Caso contrário, quando você ver o primeiro “if” em PHP não fará sentido pra você.
É importante saber conceitos como estruturas condicionais ou de repetição antes de estudar uma linguagem de programação.
Se você fez ou está fazendo um curso técnico ou universitário provavelmente você teve ou terá essa disciplina. Caso contrário existem várias opções gratuitas na Internet.
A 4Linux em breve lançará um curso de Lógica de Programação sustentado por ferramentas visuais interativas. Envie uma mensagem para nós para receber informações assim que o curso estiver pronto.

Prepare seu ambiente

Talvez essa seja a parte mais complicada do processo e até caiba um post específico, porque o ambiente costuma ser um total desconhecido para quem está começando e até mesmo para quem é Junior, mas hoje existem várias opções.
Para começar a desenvolver você precisa ter o PHP instalado e um servidor Web (Apache ou Ngnix) instalados e mais adiante um banco de dados.
Eu gostaria de dizer para você instalar cada um deles, que é o que acontece em um ambiente profissional, mas a verdade é que todo programador PHP começou com Xampp (https://www.apachefriends.org/index.html) ou algo do tipo, onde se instala um programa já com tudo o que você precisa. Não vejo problema em você fazer isso também nesse início onde seu foco é começar a programar. Assim que você se sentir confortável aí então faça as devidas instalações.
Uma opção online é o codeanywhere (https://codeanywhere.com/) onde você consegue ter um projeto gratuito por vez, mas já consegue pra começar sem precisar fazer nenhuma instalação sequer.

Escolha um editor ou IDE

Parece bobagem mas eu acredito que seja algo importante pro seu aprendizado você ter um editor ou uma IDE (Ambiente de Desenvolvimento Integrado) com o qual você se sinta a vontade. Do contrário, você pode esbarrar nessa dificuldade.
Uma das facilidades que as IDE’s tem é o autocomplete, ou seja, você começa a digitar o nome de uma função e logo aparecem as opções que combinam com aquilo que você está digitando, mostrando já a sequência de parâmetros, é uma beleza! Mas se você é um tipo de pessoa durona que quer aprender na raça você pode usar qualquer editor como gedit do Linux ou até mesmo o bloco de notas do Windows. Existem opções gratuitas disponíveis como Eclipse, Sublime, Netbeans e etc.

Veja materiais de PHP

O primeiro material que você pode ver é o próprio manual do PHP (php.net), que é em inglês mas tem boa parte dele traduzida para português. Lá você encontrará explicações e exemplos que certamente te ajudarão na hora da dúvida.

É super válido acompanhar podcasts, blogs, newsletters, canais no youtube que abordem PHP, inclusive tenho visto bastante programadores no twitter que compartilham seus posts e dicas bacanas.

Mas vá com calma! Não te aconselho agora a cair na tentação de sair lendo tudo o que ver pela frente. Não ainda. Pode ser que você se depare diante de um post sobre algo que ainda você terá dificuldade de aprender por não estar preparado, o que pode te desmotivar.

Bote a mão na massa

Eu como instrutora posso te garantir que só teoria não rola. Pra fixar na mente o que você ler/assistir é extremamente importante que você codifique. Uma dica é trace pequenos objetivos como: fazer um fluxo completo de cadastro, listagem, atualização e exclusão de dados (CRUD) com Banco de Dados, efetuar o envio de um email, fazer o upload de uma imagem. Com isso você sentirá motivação para prosseguir.

Participe de oficinas, palestras, eventos

Eu sempre digo isso pois conheço casos reais de pessoas que iniciaram uma nova carreira a partir de uma oficina de 6 horas. As vezes uma palestra é o pontapé que você precisa pra esclarecer um assunto com o qual está tendo dificuldade.
Além disso esses lugares são oportunidades para aumentar seu networking.
Quer seja com pessoas na mesma situação que você como também com pessoas que já tem experiência com PHP. Aproveite para perguntar a essas pessoas sobre coisas que você tem dúvidas. Eu sei que a internet tem todas as respostas (ou quase todas) mas não é a mesma coisa que trocar uma ideia com alguém se você tiver oportunidade.

Um curso pode ser um plus

Eu confesso que não sou muito autodidata. Muitas vezes eu preciso ver um vídeo ou um código de exemplo para entender como algo funciona, ou seja, algo mais expositivo.

Sendo assim um curso pode ser o ideal, até pra te dar mais segurança e garantir que você vai aprender conceitos fundamentais. Existem diversas opções, inclusive a 4Linux tem uma formação completa de PHP que pode te ajudar a concretizar esse plano (https://www.4linux.com.br/cursos/php). Nessa fase de iniciação é difícil definir um roteiro de estudos e um curso já tem isso preparado, de forma que os assuntos são ensinados numa sequência planejada.

Uma outra vantagem de fazer um curso é que pode te dar mais credibilidade e enfim abrir oportunidades de trabalho.

Meu objetivo aqui é que você saiba por onde começar. Espero ter ajudado e caso você queira tirar uma dúvida comigo ou sugerir que eu fale mais sobre algum dos tópicos acima deixe nos comentários ou me contate.

twitter: @jucycabrera
juciellen.cabrera@4linux.com.br
jucarol17@gmail.com

Anterior Heroku: infraestrutura pronta para uso em cloud
Próxima Web Scraping: Python, Selenium e BeautifulSoup

About author

Juciellen Cabrera
Juciellen Cabrera 4 posts

Programadora e Instrutora de PHP em 4Linux | Rankdone. Membro das comunidades PHPSP e PHPWomen. Uma das poucas mulheres com certificação ZCPE no Brasil.

View all posts by this author →

Você pode gostar também

Desenvolvimento 0 Comentários

Symfony 4: O que mudou?

O versão 4 do Symfony, foi lançada em 30 de novembro de 2017. Com uma nova filosofia e menor número de dependências, a nova versão está muito melhor que as

Destaques 4 Comentários

API RESTful com Laravel – Parte 2

Neste segundo post, iremos ver a nossa API Laravel funcional e mostrar na tela os nossos resultados. Iremos ver como o Laravel torna simples a criação de Rotas e Controller,

Destaques 1Comments

DevOps “Enterprise” será a tendência em 2018

Em 2013 eu escrevi um artigo intitulado “Por que você deve aprender Linux?” e quem teve a oportunidade de aprender linux nestes últimos 4 anos deve estar bem feliz com

0 Comentários

Ainda não há comentários!

Você pode ser o primeiro a comentar este post!

Deixe uma resposta