O Gerente de TI que usou software livre e como ele matou sua galinha dos ovos de ouro

O Gerente de TI que usou software livre e como ele matou sua galinha dos ovos de ouro

Todos conhecem a fábula da galinha dos ovos de ouro, algumas pessoas conhecem o Linux e o software livre mas poucos devem enxergar uma relação entre eles.

Sempre que o orçamento das empresas encolhem ou o dólar sobe, a busca por alternativas para redução de custos aumentam. Nestes momentos, os CIOs e Gerentes de TI consideram o uso do Linux e do software livre como alternativa viável para manter suas operações de TI em funcionamento e com um custo que cabe em seu orçamento. Quando o orçamento é farto e o dólar está baixo paga-se por licenças de software sem muita análise. Com a economia aquecida, a decisão é baseada mais na urgência de se colocar algo em produção do que em analisar novas alternativas.

Este cenário tira os CIOs da zona de conforto e aflora a tentação de se reduzir o custo com um determinado software ‘a custo zero’.

Esta tentação, tem levado os CIOs e Gerentes de TI que não se contentam com a redução de 50%, 60% ou mesmo 70%, pois querem reduzir ‘a zero’ os custos de manutenção, utilizando soluções baseadas em software livre e com isso matar a galinha dos ovos de ouro. Igualzinho na fábula de Esopo, onde o dono das galinhas que botava ovos de ouro decidiu matá-la acreditando que dentro dela haveria muito mais ouro do que ela botava diariamente. Queria tudo de uma só vez.

A área de TI ainda é vista – na grande maioria das empresas – como uma área que apenas gera custos. E custos elevados. Por mais que se diga que ‘a TI é estratégica para o negócio’, na hora de cortes no orçamento ela é uma das áreas que mais sofrem e umas das primeiras a ser lembradas. Pressionados pelo Gerente Financeiro – que pede redução de custos – os CIOs e Gerentes de TI ‘relembram’ – no momento de se renovar um contrato de licença de uso de software – daquele projeto de TI testado com software livre – geralmente idealizado e construído por um técnico altamente capacitado da própria empresa – e decidem colocá-lo em produção sem contratar consultoria e suporte especializado. Eles acreditam que podem cortar integralmente os gastos da manutenção de software e que a equipe que cuida da operação de TI pode sozinha instalar, colocar em produção e manter tecnologicamente um software além das suas tarefas operacionais já corriqueiras. É ai que eles comprometem a sua galinha dos ovos de ouro.

O CIO e Gerente de TI acreditam que estão ficando ‘bem na foto’ com o Gerente Financeiro por reduzirem os custos drasticamente e realmente estão. Ganham inclusive grande elogios em reuniões de Gerentes, porém, não enxergam que quando eles estavam pagando por uma licença ou subscrição de um software eles estavam pagando também pela manutenção e modernização desta ferramenta e que ao migrar para soluções baseadas em softwares livres eles precisam continuar pagando por esta manutenção, mesmo que em uma proporção muito menor. Ao cortar a zero este custo, ele está matando a galinha dos ovos de ouro, pois os problemas tecnológicos que começam a aparecer sobrecarregam a operação da equipe de TI, deixando toda sua operação comprometida e consequentemente o emprego dos envolvidos.

O ovo de ouro é a troca do pagamento da licença do software que custava 100 e era pago de uma única vez antes do uso por algo que custa 50 e é pago mensalmente como serviço. Matar a galinha dos ovos de ouro é não querer pagar pela manutenção dos softwares livres e em pouco tempo a galinha dos ovos de ouro – que poderia reduzir os custos de TI em nada menos que 50% por um longo período de tempo. Ao reduzir em 100% os gastos com a manutenção do software o CIO não enxerga que a redução durará um curto período de tempo devido aos problemas tecnológicos e funcionais que começam a surgir no dia a dia, e que a equipe – até então focada em manter o ambiente disponível, performático e seguro – passa a ter que resolver novos problemas, sem conseguir dar conta desta nova atribuição.

Moral da história: optar pelo uso em produção de sistemas Linux e software livres, cortando ‘a zero’ os gastos com a manutenção e suporte é sacrificar a galinha dos ovos de ouro. Reduza seus gastos com licença e subscrição de software em mais de 50%, mas fique atento para não criar um novo e grande problema para a sua gestão de TI, matando a galinha dos ovos de ouro.

Nota sobre o Autor: Rodolfo Gobbi  trabalha com consultoria e suporte à Linux e softwares livres desde 1994 e neste tempo já viu CIOs e Gerentes de TI irem ‘do céu ao inferno’ em pouco tempo por matarem a sua galinha dos ovos de ouro.

CURSOSCONSULTORIA    CONTATO

Anterior Moodle: agendando tarefas através de plugins
Próxima Alta Disponibilidade do MySQL com InnoDB Cluster

About author

Rodolfo Gobbi
Rodolfo Gobbi 7 posts

Idealizador e Presidente do Rankdone. Apesar de não ter suas origens na área de RH, aplicou - para desenvolver o Rankdone - seus 20 anos de experiência na contratação de profissionais e na montagem e gerência de equipes técnicas.Atua como Sócio-Diretor da empresa 4linux. Foi fundador e presidente do LPI( Linux Professional Institute) Brasil, a maior certificação profissional linux do mundo. Possui experiência em gerência técnica , comercial e financeira. Graduado em Engenharia Eletrônica pela Universidade de São Paulo com especialização em Computação, fez Extensão em Administração de Empresas na Fundação Getúlio Vargas.Ministrou diversas palestras em eventos de informática.

View all posts by this author →

Você pode gostar também

Notícias

4Linux lança oferta de serviços focada para o mundo DevOps e Cloud.

E-book gratuito explicando como implementar práticas DevOps em 3 fases será o destaque de lançamento do novo website. A 4Linux anuncia, uma nova oferta de serviços de consultoria para o

Notícias

Migração e Atualização do Moodle para o maior Sistema de Cooperativas de Crédito Rural Solidário do Brasil.

Case – Com mais de 600 cursos na plataforma e mais de 4 mil alunos eles viram a necessidade de ir para um ambiente com maior escalabilidade, desempenho e suporte

Treinamentos

Com lançamento do curso de Hadoop, 4linux passa a ofertar treinamentos para área de BigData.

A 4Linux informa nesta data o lançamento  do treinamento Big Data Analytics com Hadoop , o primeiro curso na área de big data da 4Linux. O Hadoop é um projeto de