Inventário de rede com OCS Inventory

Inventário de rede com OCS Inventory

O OCS Inventory é um software de gerência para inventários de dispositivos em rede, com ele é possível registrar todas as características de um computador incluindo:

  • Versão do sistema operacional;
  • Número de série do equipamento;
  • Modelo e características dos componentes de hardware;
  • Softwares instalados e suas versões;
  • Entre outras

E neste post apresento funcionalidades e um tutorial de instalação do servidor e um agente OCS Inventory. Acompanhe.

Para receber as informações de um computador o único requisito é que este tenha um programa cliente do OCS Inventory, o agente, instalado e o próprio agente vai mandar os dados para o servidor. Já para inventariar dados de um dispositivo com sistema embarcado, onde não é possível instalar o agente, é preciso fazer a coleção partir do protocolo SNMP – além de ser possível inventariar até smartphones com Android através do aplicativo do OCS Inventory.

Todas as informações registradas podem ser visualizadas a partir de um painel gráfico amigável mas também podem ser extraídas para um arquivo de planilha no formato CSV, assim como é possível personalizar os campos que serão visualizados/exportados.

Acesse uma demonstração oficial do painel gráfico a partir do link http://demo.ocsinventory-ng.org, use admin para o usuário e senha.

ocs

Para instalação em um CentOS 7, basta seguir os procedimentos abaixo.

Instalação do OCS

Primeiro basta adicionar o repositório do OCS Inventory no sistema, usando os comandos:

[root@ocs-inventory ~]# wget https://dl.fedoraproject.org/pub/epel/epel-release-latest-7.noarch.rpm
[root@ocs-inventory ~]# wget https://rpm.ocsinventory-ng.org/ocsinventory-release-latest.el7.ocs.noarch.rpm
[root@ocs-inventory ~]# yum install -y ocsinventory-release-latest.el7.ocs.noarch.rpm epel-release-latest-7.noarch.rpm</code>

Para instalar do programa e banco de dados (a escolha  padrão é MariaDB):

[root@ocs-inventory ~]# yum install -y ocsinventory-server.noarch ocsinventory-reports.noarch mariadb-server</code>

Para configurar o banco de dados é necessário reiniciar o serviço e autenticar com o usuário root – que por padrão não vem com uma senha configurada, e em seguida por segurança configuramos a senha 4linux para ele e todos os requisitos para a integração do banco de dados:

[root@ocs-inventory ~]# mysql -u root -p
Enter password:
MariaDB [(none)]&gt; SET PASSWORD FOR 'root'@'localhost' = PASSWORD('4linux');
MariaDB [(none)]&gt; CREATE DATABASE ocsweb character set utf8;
MariaDB [(none)]&gt; CREATE USER ocs@’%’ IDENTIFIED BY '4linux';
MariaDB [(none)]&gt; GRANT ALL PRIVILEGES ON *.* TO ocs@'localhost';
MariaDB [(none)]&gt; flush privileges;
MariaDB [(none)]&gt; exit;
[root@ocs-inventory ~]# mysql -uocs -p ocs &lt; /usr/share/ocsinventory-reports/ocsreports/files/ocsbase.sql &gt;log.log
</code>

A seguir é necessário alterar os valores de acesso ao banco de dados no arquivo /etc/httpd/conf.d/ocsinventory-server.conf, que a partir da linha 20, deve conter:

# Master Database settings
# Replace localhost by hostname or ip of MySQL server for WRITE
PerlSetEnv OCS_DB_HOST 127.0.0.1
# Replace 3306 by port where running MySQL server, generally 3306
PerlSetEnv OCS_DB_PORT 3306
# Name of database
PerlSetEnv OCS_DB_NAME ocsweb
PerlSetEnv OCS_DB_LOCAL ocsweb
# User allowed to connect to database
PerlSetEnv OCS_DB_USER ocs
# Password for user
PerlSetVar OCS_DB_PWD 4linux

Reiniciar o servidor Web para acessar o assistente para conexão com o banco de dados:

[root@ocs-inventory ~]# sytemctl restart httpd

O endereço deve corresponder à http://seu-ip/ocsreports e abrir o formulário onde devem ser preenchidos todos os campos de conexão com o banco de dados.

ocs

Preenchendo as credenciais certas no assistente, a tela de login deve aparecer ao enviar o formulário, o usuário e senha é admin.

ocs

Pronto! OCS Inventory instalado.

Ajustes finais

Já para instalar um agente no próprio servidor basta seguir os procedimentos abaixo:

Instalação do pacote ocsinventory-agent:

[root@ocs-inventory ~]# yum install -y ocsinventory-agent

Após instalação do pacote, é necessário alterar a indicação do servidor do OCS Inventory no arquivo de configuração do agente em /etc/ocsinventory/ocsinventory-agent.cfg. Onde as linhas correspondentes aos parâmetros server e local ficaram como:

server = http://192.168.1.1/ocsinventory
#local = /var/lib/ocsinventory-agent

Para forçar que o agente envie os dados execute o binário do agente.

ocs-inventory ~]# ocsinventory-agent

No painel foi necessário se desconectar e autenticar novamente (caso a sessão esteja aberta) para que as informações exibidas considerem o novo computador inventariado.

Pronto! Agora você já tem um OCS Inventory configurado e já sabe como instalar o agente. Isso é 10% de toda a capacidade da ferramenta porém não cabe tudo neste post, é tanto assunto que renderia um livro.

Anterior Evento Python Brasil - Python na Manutenção de mais de 100 mil embarcados
Próxima Subutai: Uma nova maneira de pensar sobre nuvens

About author

Jonathan Alves
Jonathan Alves 3 posts

Jonathan Dantas Alves, atua como Analista de Infraestrutura em Software Livre, formado em Redes de Computadores pela Faculdade de Tecnologia IBTA. Possui experiência em ferramentas voltadas para aplicação da cultura Devops, com ênfase em monitoramento. Detém expertise como instrutir de cursos voltados ao Sistema Operacional Linux, possui Certificação Zabbix e LPIC2

View all posts by this author →

Você pode gostar também

Infraestrutura

À prova de balas: Redis Sentinel + HAProxy

Aprenda como implantar a solução Redis para otimização de acessos em memória em Alta Disponibilidade e com a criação de um cluster com failover automatizado com Redis Sentinel Redis é

Infraestrutura

SpamAssassin Reverso: bloqueio eficiente de spams

Um dos maiores ou até mesmo o maior problema quando falamos de e-mail é o recebimento de spam e vírus, um incomodo enorme tanto para o cliente final como a

Infraestrutura

12 Metodos para prevenir-se de ataques DDOS

Muito bem… como primeiro post por aqui… eu pensei em abordar um assunto que constantemente me abordam nos treinamentos e palestras e bate papos que tenho, que e sobre ataque